Propagandas

Pesquisar no BLOG

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Mais de 50% dos agentes estão fora dos presídios.

DESVIRTUAMENTO. Categoria cobra, durante assembleia, retorno de colegas desviados da função.


Uma das reivindicações dos agentes penitenciários, que formalizaram em assembleia, ontem, o acordo com o governo, é o regresso de colegas que estão desviados da função. Dos 663 agentes penitenciários concursados, mais de 50% estão fora dos presídios, cedidos a outros órgãos da administração estadual, ou seja, não estão na Superintendência Geral de Administração Penitenciária (Sgap). “É uma situação grave, que precisa ser resolvida com urgência”, disse o presidente do sindicato da categoria, Jarbas de Souza.

Segundo ele, esse desvirtuamento da atividade para a qual o Estado realizou concurso público, gera um prejuízo expressivo ao trabalho de segurança dos presídios. Se todos os concursados estivessem cumprindo sua função no sistema, seria possível dispor de 25 agentes penitenciários por plantão. 

O cálculo feito pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindapen/AL) mostra que o desvio de função reduz para cinco o número de agentes nas escalas. O resultado é a sobrecarga e o aumento do nível de estresse de quem está cumprindo o papel para o qual foi contratado.
BLEINE OLIVEIRA
Gazeta de Alagoas

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados