Propagandas

Pesquisar no BLOG

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Homem que estuprou a própria filha é espancado até a morte na cadeia.

Duas pessoas foram assassinadas nas últimas horas. Uma deles, um homem condenado por estupro da própria filha e marcado para morrer foi executada dentro do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC). A segunda vítima foi encontrada morta dentro da Fazenda São João, de propriedade do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, o “Comendador”, preso em um presídio federal em Campo Grande (MS).

Manoel Alves Bastos, de 62 anos, foi espancado até a morte por um grupo de presos dentro do Centro de Triagem do CRC, antigo Carumbé. Bastos estava marcado para morrer desde que foi condenado há nove anos de prisão em regime fechado em 2007.

Em 2006 Bastos foi preso após ser acusado de violentar uma filha ainda menor de idade. Ameaçado de morte, o estuprador passou por várias casas de reclusões (penitenciárias) e detenção (cadeias públicas), até ter um fim trágico.

O corpo de Bastos foi liberado na manhã desta sexta-feira (16), pela equipe de investigações da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), chefiados pelo delegado Antonio Sperandio. Uma pessoa foi presa.

A equipe do delegado delegado João Bosco de Barros, da DHPP, fez liberação de um corpo dentro da Fazenda São João, às margens da BR-364 (Cuiabá-Jangada) no final da manhã desta sexta-feira.

Um homem identificado como João Gonçalves de Campos, de 53 anos, foi encontrado morto às proximidades das lagoas dentro da fazenda. Campos teria sido morto a tiros, mas a Polícia ainda não confirmou a causa oficial da morte.

“A vítima apresentava ferimentos num dos ouvidos, mas ainda não podemos confirmar se foi realmente tiro. Estamos aguardados os laudos da Perícia Oficial (Politec) e do Instituto Médico Legal (IML)”, comentou o delegado Bosco.
José Ribamar Trindade
24 Horas News

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados