Propagandas

Pesquisar no BLOG

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Agentes penitenciários reforçam pela derrubada do veto presidencial.

Agentes penitenciários de Rondônia vão reforçar acampamento em frente ao Congresso Nacional pela derrubada do veto presidencial.


15 agentes penitenciários de Porto Velho partem neste domingo (07) rumo à Brasília para reforçar o acampamento da categoria em frente ao Congresso Nacional, com o intuito de pressionar os parlamentares para a derrubada do veto ao projeto que concede porte de arma de fogo à classe. 

O Projeto de Lei 87/2011 previa o porte de arma, mesmo fora de serviço, a agentes e guardas prisionais, a integrantes das escoltas de presos e às guardas portuárias. No entanto, foi vetado pela presidente Dilma Roussef em janeiro deste ano. A justificativa do governo é que a medida evita a circulação de um número maior de armas de fogo. 

Os representantes de Rondônia vão com o apoio do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Rondônia (Singeperon) e se juntam aos agentes do Distrito Federal que estão acampados desde o último dia 02, quando fizeram uma grande protesto em frente ao legislativo federal. 

De acordo com o presidente do Singeperon, Anderson Pereira, a luta da categoria é justa, pois...
são os profissionais da segurança pública que mais correm riscos. “São os agentes penitenciários que mantém o contato quase diário com chefes do crime organizado e outros presos de alta periculosidade. Dessa forma, o porte de arma fora de serviço é o único instrumento que temos para defender nossa família. Tirar esse direito de nós é covardia”, ressaltou. 

O coordenador da Comitiva de Rondônia, o diretor Social do Singeperon, Ronaldo Rocha, em reunião de líderes ficou acordado que o Senador Gim Argello solicitará que o projeto que concede o porte de arma fora de serviço a nossa categoria tramitará em caráter de urgência, e pode ser apreciado e derrubado o veto já na próxima semana.
Rondônia Ao Vivo

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados