Propagandas

Pesquisar no BLOG

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Suspeitos de tentar resgatar preso no RN são indiciados por morte de agente.

Sete pessoas responderão por homicídio e formação de quadrilha.

Delegado diz que dois suspeitos ainda não foram presos.

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte concluiu o inquérito sobre o homicídio do agente penitenciário Maxuel André Marcelino, de 44 anos, morto no dia 8 deste mês durante a tentativa de resgate do preso Wilson Rodrigues de Medeiros Filho, que cumpre pena por homicídio na Penitenciária Estadual de Parnamirim. Seis pessoas foram indiciadas por homicídio e formação de quadrilha, inclusive o preso Wilson Rodrigues que seria resgatado, e uma adolescente responderá pelo ato infracional análogo ao crime de homicídio...>

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Ronaldo Gomes, Wilson Rodrigues foi um dos mentores do crime. O delegado afirmou ainda que dois homens que teriam participado diretamente da tentativa de resgate ainda não foram presos. “Nós já fizemos o pedido de prisão preventiva e estamos aguardando a decretação por parte da Justiça”, disse.

Com o fracasso da tentativa de resgate, Wilson Rodrigues voltou para a prisão e é mantido em isolamento, mas por motivo de segurança o local de custódia não foi revelado pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc). No dia do crime a polícia apreendeu uma adolescente de 16 anos que admitiu ter participação na tentativa de resgate. A mulher do detento, que confessou ter sido mentora do resgate, e um jovem de 20 anos foram presos no dia seguinte ao crime. No dia 11 outro suspeito foi preso. Ele estava na comunidade da Guarita, que fica no bairro do Alecrim, na zona Leste de Natal, com o Palio branco usado pelos criminosos.
G1 RN

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados