Propagandas

Pesquisar no BLOG

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Proibição de novos presos no CDP de Piracicaba lota cadeias da região.

A decisão da Vara de Execuções Criminais, que impede o Centro de Detenção Provisória de Piracicaba (CDP) de receber novos presos, gerou lotação nas carceragens da região.

As delegacias policiais de Limeira, Cordeirópolis e Iracemápolis, que abrigavam provisoriamente os detentos antes de serem encaminhados ao local, agora têm que ficar com a demanda.


A Delegacia Seccional de Limeira possui três celas com capacidade para seis pessoas em cada. Uma delas é usada para prisões administrativas (homens que não pagam pensão alimentícia) e as outras duas para demais casos criminosos. Atualmente existem 20 detentos nos dois cárceres, o que ultrapassa a capacidade que é de 12 presos.

"A cidade gera normalmente dez presos por dia. Ainda conseguimos dar conta, mesmo que isto seja de maneira apertada. Mas como faremos depois desse final de semana? Não tenho como comportar todos aqui", afirmou o delegado Seccional de Limeira, José Henrique Ventura.

Resposta da SAP

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) afirmou, por meio de nota enviada por sua assessoria de imprensa, que cabe às autoridades policiais de cada cidade definir as providências para abrigar os novos detentos. A secretaria também informou que...
não dispõe de nenhum outro presídio em condições para receber este contingente.

"Se essa é a determinação, eu vou continuar prendendo. Esta é a minha função perante o Estado e a população. E, dessa forma, continuarei trazendo eles para cá. Vamos ter que adaptar, mas não posso parar de fazer o meu trabalho", afirmou o delegado.

DP de Piracicaba

O plantão policial de Piracicaba encaminhou os nove presos que estavam no local na manhã desta sexta-feira (1) para cadeias da região. Os detentos foram levados para os presídios de Sorocaba (SP) e São Pedro (SP) nesta tarde, segundo informações dos funcionários da delegacia.

Precariedade do CDP

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Piracicaba possui 1.786 presos, sendo que a capacidade é de 512 presidiários. Segundo o Ministério Público (MP), que esteve no local e fez fotos da situação em que vivem os detentos, existem 35 pessoas em cada cela, que tem capacidade apenas para oito.
G1

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados