Propagandas

Pesquisar no BLOG

domingo, 1 de julho de 2012

Mulher é flagrada com mais de 100g de maconha nas partes íntimas.

Mais de 100g de maconha foi encontrada nas partes intimas de uma mulher que tentava entrar no Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas (CDP - Pedrinhas), na manhã desta sexta-feira, 22. A droga, que estava prensada, era transportada por Kelliane Soares Coelho, de 27 anos. 

A Jovem, que pretendia visitar o namorado, Raimundo Sodré Cantanhede, 21, estava sendo revistada pelas monitoras quando estas encontraram o entorpecente introduzido na vagina dela. A monitora Tereza Soares contou que a substância ilícita estaria enrolada em um preservativo. "Nós enxergamos a ponta de uma camisinha na parte intima dela, imediatamente pedimos que ela retirasse o objeto", relatou a monitora.

Entretanto, Tereza ainda disse que a jovem tentou enganá-la afirmando que aquilo seria uma espécie de absorvente. A monitora não acreditou e pediu a colaboração de Kelliane para facilitar o procedimento. "Ela recusou, mas depois a mesma tirou a droga enrolada na camisinha. Nós não podemos nem triscar nela. Se ela não colaborasse, nós iríamos levá-la para a polícia", afirmou. 

Depois de ter constatado que se tratava de um ato ilícito, a monitora acionou os agentes penitenciários que fizeram a remoção dela para uma sala. No local foi preenchido um relatório constando a tentativa da jovem de tentar... adentrar com droga nas dependências do presídio.

O diretor do CDP, Ideraldo Lima Gomes, após o procedimento de praxe dentro da unidade prisional conduziu-a até ao 12° Distrito Policial (DP), localizado no Maracanã, onde foi autuada em flagrante pelo delegado Cristiano Farias por tráfico de drogas. "Devido à situação que ela foi pega a autuação cabe um flagrante", disse o delegado. 

Questionada para quem seria levada a droga, Coelho não abriu o jogo. O delegado informou que ela somente teria dito que a substância não seria para o namorado, mas para algum outro interno. "Ela não disse o nome da pessoa. Só falou que alguém teria pedido para ela levar a droga", contou Farias. Na delegacia foi descoberto que ela mesma foi quem comprou o entorpecente. "Ela afirmou que comprou o entorpecente", comentou Cristiano.

Mas apesar da negativa, Raimundo é o principal suspeito de ser quem iria receber a droga. Preso desde 2011, ele está pagando pena por roubo. Cristiano disse que uma investigação será realizada para chegar ao verdadeiro receptor do entorpecente. Kelliane, após ser autuada em flagrante, foi conduzida para o presídio feminino onde ficará recolhida.
Diário de Pernambuco

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados