Propagandas

Pesquisar no BLOG

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Presos fogem do CDP de Pedrinhas após carro derrubar portão principal.

No início da manhã de ontem (3), por volta das 7h30, nove presos fugiram do Centro de Detenção Provisória (CDP), do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Segundo informações de testemunhas, um carro derrubou o portão principal da unidade prisional, facilitando a fuga.


Foi informado que o veículo era um Corsa Classic, de cor branca, modelo táxi, que teria sido tomado de assalto na noite de sexta-feira (2), na área da Vila Isabel Cafeteira (Cohab)...>

Mulheres que aguardavam o horário da visita revelaram que havia um homem na entrada do presídio, andando de um lado para outro, aparentando estar apreensivo. E que, de repente, ele pegou um celular e ligou para alguém. Nesse momento, o carro deu marcha à ré, chocando-se contra o portão, que foi ao chão; os detentos aproveitaram e entraram no veículo, que tomou rumo ignorado.

O superintendente de Controle e Execução Penal, da Secretaria Estadual de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap), Ronald Dias, declarou que o objetivo da manobra seria uma fuga em massa. “Nove presos fugiram, mas era para ser bem mais; pois, na hora do ocorrido, 24 detentos também correram, mas a equipe de segurança evitou a saída deles”, afirmou.

Ronald Dias contou que os fugitivos estavam no Pavilhão Beta, que está sendo reformado. Segundo ele, os presos serraram a grade dos fundos, por onde fica a ventilação.

Durante a ação, inspetores do CDP trocaram tiros com detentos, mas não evitaram a fuga dos nove. Segundo populares, havia outro carro dando cobertura, mas a direção do presídio não confirmou essa informação.

Logo após a fuga, um helicóptero e uma viatura do Grupo Tático Aéreo (GTA) realizaram buscas pela região, mas nenhum fugitivo foi recapturado. Apesar do ocorrido, as visitas não foram suspensas.

A direção do presídio informou que está analisando as imagens das câmeras internas, que irão ajudar na apuração do caso. Até o fechamento desta matéria a identidade dos presos não havia sido revelada e ninguém tinha sido localizado.
NELSON MELO ESPECIAL PARA O JP

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados