Propagandas

Pesquisar no BLOG

terça-feira, 14 de maio de 2013

Agente prisional é morto a tiros e corpo deixado em milharal em Lucas do Rio Verde.

O agente penitenciário Idelmam Bezerra Braga, 27, foi assassinado a tiros no município de Lucas do Rio Verde (354 Km ao norte de Cuiabá) e seu corpo foi encontrado no final da manhã desta terça-feira (14) num milharal próximo ao bairro Parque das Américas. Ao lado corpo também estavam uma pistola e uma motocicleta Honda Bros, que a Polícia Civil acredita serem da vítima, o que se for confirmado, deve descartar a possibilidade de crime de latrocínio que é roubo seguido de morte. A vítima trabalhava como agente prisional há apenas 7 meses.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi alvejada com vários disparos na cabeça. O delegado do caso, Marcelo Martins Torhacs já iniciou as investigações e está ouvindo pessoas na tarde desta terça-feira, entre elas, pessoas próximas da vítima, como familiares e amigos de trabalho. No entanto, a informação da delegacia de Lucas do Rio Verde é a de que... o delegado não vai falar com a imprensa sobre o crime, pelo menos por enquanto. Já existem suspeitos para o crime e principal hipótese investigada é de execução, uma vez que os tiros foram disparados na cabeça.

Presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen-MT), João Batista, já se pronunciou sobre o fato e disse que a categoria está bastante triste com o ocorrido com o colega e espera que logo em breve a Polícia consiga chegar no autor do crime. Batista afirma que o homicídio não pode ficar impune.

Conforme o sindicalista que acompanha o caso, a Polícia Civil da cidade confirmou que o agente foi atingido com vários disparos na cabeça. Os investigadores que estiveram no local, inicialmente, descartam a possibilidade de latrocínio, já que no local foram encontrados uma pistola e uma motocicleta Honda Bros, que eles acreditam pertencer à Idelmam.

De acordo com direção da unidade prisional de Lucas do Rio Verde, Idelmam integrava o sistema prisional do Estado há apenas 7 meses, pois ingressou nos quadros daquela unidade em outubro de 2012. “Mas mesmo com o pouco tempo no trabalho, todas as hipóteses em relação ao homicídio estão sendo investigadas”, diz o Sindspen. Idelmam Bezerra Braga era do estado do Maranhão e vivia com a companheira em Lucas do Rio Verde. O corpo deve ser encaminhado ao seu estado de origem para velório e sepultamento, informa o sindicato.
O Documento

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados