Propagandas

Pesquisar no BLOG

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Detentos de penitenciária de Santarém fazem greve de fome.

447 presos se recusam a comer desde a última segunda-feira, 13.
Segundo a Susipe, detentos protestam contra demora de julgamentos.

Mais de 440 presos do Centro de Recuperação Silvio Hall de Moura (CRSHM) e do setor de triagem da Polícia Civil estão em greve de fome, em Santarém, oeste do Pará. Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), os detentos protestam contra a demora dos julgamentos, que mantêm muitos deles encarcerados sem que haja condenação judicial.

O protesto começou na segunda-feira (13). De acordo com a Susipe, 447 internos do CRSHM se recusam a sair das celas para o banho de sol e também a receber as refeições. Vinte mulheres não aderiram ao movimento.

Ainda segundo a Susipe, a Justiça já foi informada sobre o caso, mas não se pronunciou até o momento. Em nota, a superintendência informou que... como o protesto é pacífico e não há nenhuma reivindicação direcionada à Susipe, o órgão estadual não tem o que negociar.

O diretor da casa penal, Andresson Palheta, declarou que o protesto prejudica o andamento das audiências. “As audiências estão prejudicadas, os internos não querem sair das celas. Os juízes das varas já estão sabendo. Sendo pacífico, não há porque a gente tomar qualquer tipo de iniciativa”, completou.

Em nota, a Susipe informou ainda que no CRSHM, a alimentação é produzida na própria unidade prisional. Para evitar desperdícios, a cozinha está servindo apenas refeições para a ala feminina, que não aderiu ao protesto. O CRSHM custodia hoje 467 internos, dos quais 447 são homens e 20 mulheres.
G1 PA

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados