Propagandas

Pesquisar no BLOG

domingo, 12 de agosto de 2012

Cinco presos traficavam drogas dentro e fora de Penitenciária em Cuiabá.

Quatro presos da Penitenciária Central do Estado e uma detenta do presídio feminino Ana Maria do Couto May, em Cuiabá, estavam traficando drogas dentro e fora das unidades prisionais e foram descobertos durante operação da Polícia Civil denominada Troia. 

Cinco mandados de prisão preventiva contra os cinco reeducandos, todos chefes do tráfico de drogas instalado dentro da Penitenciária Central e no presídio feminino foram cumpridos nesta quarta-feira (08). 

Os presos comandavam o tráfico de drogas dentro e fora da cadeia por telefone. Os reeducandos recrutavam servidores públicos que trabalham nas unidades para facilitar a entrada de drogas nos presídios. 

Uma policial militar foi presa em abril deste ano, quando começou as investigações. “A movimentação do tráfico era grande e assim eles se mantinham no comando dentro dos presídios, foi assim que... identificamos a soldado.”, disse a delegada titular da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), Alana Cardoso.

Os detentos Márcio Lemes de Souza, conhecido como “Marcinho do PCC”, Edmar Ormenese, Roque da Silva Lemos e Wellington da Costa dos Santos tiveram as ordens cumpridas dentro da Penitenciária Central e a presa Rosinalva Maria da Costa, conhecida também por “Nalvinha”, foi notificada do mandado no presídio feminino. Os presos serão indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. 

Comparsas 

Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos na casa de dois familiares de dois dos principais detentos.

Os policiais realizaram buscas na casa da mulher do “Marcinho do PCC”, no Residencial Milton Figueiredo, na saída para Chapada dos Guimarães e na residência da filha da presa Rosinalva, no bairro Jardim Florianópolis, ambos em Cuiabá. Nas casas, foram apreendidos documentos de movimentações bancárias, celulares e vários carregadores. 

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, além de policiais da DRE, a operação contou com reforço de investigadores da Gerência de Operações Especiais (GOE) e de cães farejadores do canil da Especializada.

Prisão da soldado

A policial Cristiane Coimbra Egufo, 28, foi abordada no dia 29 de abril deste ano quando descia de um mototáxi, na rua lateral da Penitenciária Central do Estado, com uma mochila contendo dois quilos de maconha e um celular dentro, que seriam entregues a reeducandos da unidade prisional.

A polícia encontrou com a soldado R$ 1.950, sendo 550 na carteira e R$ 1,4 mil em sua residência, localizada no bairro Morada da Serra. Também foram encontradas duas porções de maconha e cocaína, que estavam na casa.

A assessoria informou que, segundo as investigações, o dinheiro encontrado com a policial seria do tráfico de drogas dentro do presídio. A policial disse que para cada quilo entregue recebia R$ 1 mil.
Vitor Cabral
Olhar Direto

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados