Propagandas

Pesquisar no BLOG

sábado, 4 de agosto de 2012

Presos fazem motim para evitar revista na cela em Cuiabá.

Para acabar com um motim realizado por mais de 120 presos da Ala D, corredor B do Centro de Ressocialização de Cuiabá, policiais militares tiveram que utilizar gás de efeito moral e também balas de borracha. Com isto, conseguiram conter a rebelião ocorrida anteontem no final da manhã. Os detentos tentavam impedir uma revista conjunta entre policiais militares e agentes prisionais, que buscavam retirar entorpecentes e telefones celulares das celas. 

No momento da desocupação, os detentos reagiram jogando pedras, pedaços de madeiras e até água quente nos policiais. Os responsáveis pela segurança reagiram com gás de efeito moral e tiros com balas de borracha. A confusão só se acalmou após o gás fazer efeito, já no final da manhã. Apesar da confusão, ninguém ficou ferido. 

Segundo os policiais, eles atiraram 13 vezes com munição não-letal, apenas para acabar com o motim. Em seguida, os presos foram colocados num ambiente arejado para a descontaminação do local. Os agentes prisionais fizeram uma revista nas celas, mas nada foi encontrado. 

Segundo a direção da unidade prisional, os presos dessa ala se rebelam com frequência impedindo a vistoria nas celas, mesmo assim as varreduras são feitas rotineiramente. 
Diário de Cuiabá

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados