Propagandas

Pesquisar no BLOG

domingo, 23 de junho de 2013

Jovens do PCC usam corte de cabelo em forma de ‘coroa’.

A Polícia Civil investiga o uso de um corte de cabelo como ‘código’ de identificação entre integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) em Taubaté. Nos últimos meses, jovens e adolescentes flagrados por roubo e tráfico de drogas têm apresentado o mesmo corte de cabelo: uma espécie de coroa, com o corte mais baixo no meio da cabeça.

Anteontem, um adolescente de 17 anos apreendido durante uma megaoperação da Polícia Civil, tinha esse corte. Apesar da idade, ele já era um ‘velho conhecido’ da polícia, com mais de cinco passagens por tráfico de drogas.

O rapaz foi internado na Fundação Casa (antiga Febem) e negou, em depoimento à polícia, ser membro do PCC.

Cabelo. Segundo o delegado Juarez Totti, da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Taubaté, a polícia está de olho em... suspeitos com cabelo com ‘formato de coroa’ .

Além disso, a polícia diz que também presta atenção em tatuagens usadas com símbolos do PCC. Entre os símbolos estão a sigla da facção, o número 1533, um palhaço, uma carpa, o ideograma chinês ‘Yin Yang’ e as iniciais PJLI, referência ao lema ‘Paz, Justiça, Liberdade e Igualdade’, entre outras.

“Como as tatuagens são mais conhecidas e estão ficando manjadas pela polícia, os jovens que fazem parte dessa facção e estão relacionados principalmente a crimes como roubo e tráfico estão aderindo a esse novo tipo de cabelo. Temos muitas informações e fatos que comprovam isso. Se o mesmo está acontecendo em outras cidades ainda não sabemos, mas em Taubaté é fato”, disse o delegado.

Locais. De acordo com a Polícia Civil, jovens infratores com o ‘corte coroa’ estão sendo apreendidos com frequência nos bairros Água Quente, Gurilândia, Parque Aeroporto e Cecap.

A cada membro preso pela polícia, outro adolescente assume o cargo de gerência ou ‘vapor’ (quem vende o entorpecente) da boca de tráfico de drogas. O ‘cargo’ depende da responsabilidade e confiança que o traficante adquire no jovem infrator.

O traficante 'chefe', membro da facção criminosa, dá ordens para os comparsas e, além das vendas e crimes, orienta seus ‘soldados’ sobre como cortar o cabelo, para que sejam reconhecidos pelos parceiros de crime.

Moda. O diretor do Deinter-1 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior), João Barbosa Filho, acredita que trata-se de ‘modismo’ do crime.

“A tatuagem ainda é a principal característica, pois fica no corpo. Já o corte de cabelo, cada uma faz e pinta como quer. Quando cresce, muda de novo”, disse.

Há seis anos no mercado, o cabeleireiro Paulo Menezes, 27 anos, disse que nunca ouviu falar em corte de cabelo relacionado com o crime. “ Nunca ouvi falar”, disse.

SAIBA MAIS

Estratégia
Adolescentes ligados ao PCC (Primeiro Comando da Capital) passaram a usar um corte de cabelo no formato de uma coroa como identificação

Outros símbolos
Sigla PCC, o número 1533, um palhaço, uma carpa, o ideograma chinês ‘Yin Yang’ e as iniciais PJLI, referência ao lema ‘Paz, Justiça, Liberdade e Igualdade

Área de atuação
Roubo e tráfico de drogas
Michelle Mendes
O Vale - Taubaté

TWITTER

Siga o BLOG pelo Google+

Google+ Seguidores

Interessados